23 de set de 2008

PETER E A LEI DA PROMOÇÃO VERSUS INCOMPETÊNCIA

ABRAHAM SHAPIRO

Lawrence Johnston Peter formulou um princípio que diz respeito aos recursos humanos. "Em um sistema hierárquico, todo funcionário tende a ser promovido até o seu nível de incompetência".

O que Peter quis dizer? Nas organizações onde há uma hierarquia, os funcionários começam a trabalhar nas posições hierarquicamente inferiores e quando demonstram bom desempenho, são então promovidos para níveis superiores. Neste novo nível, ele é um incompetente nas novas funções que deverá executar. Ele não será capaz de desenvolver tarefas com a mesma eficiência e eficácia de antes.

Já que não existe a "despromoção", ele não tem alternativa. Em prejuízo da empresa, ele permanece nesta nova posição até se ajustar e reunir conhecimento e prática. A isto Peter denomina de "nível de incompetência" porque é o grau a partir do qual as pessoas não têm competência para o posto que ocupam.

Quem já passou por esta experiência sabe que Peter estava certo. Por isso, são muitas as situações em que uma promoção de cargo acaba resultando na perda de um grande talento. Alguém que hoje esteja se saindo bem numa função não oferece garantia alguma de que terá o mesmo sucesso numa posição nova a partir de amanhã.

Peter foi assiduamente questionado. Muitos disseram que ele era um radical extremista, já que nem toda organização é tão meritocrática. Mas uma coisa é possível supor. Os maiores adversários e críticos de suas idéias foram, sem dúvida, supervisores, gerentes e diretores de carreira. Por que será?
______________________

Abraham Shapiro é consultor e coach. Suas principais atuações são junto de líderes empresariais e times de vendas. Contato: shapiro@shapiro.com.br