23 de mai de 2008

PERGUNTAR FAZ BEM

ABRAHAM SHAPIRO

Indivíduos e instituições precisam fazer perguntas e estimular os outros a também fazerem mais perguntas.

Se você duvida do valor das perguntas, digo o fracasso muitas vezes está relacionado à falta de perguntas significativas.

Por quê as empresas falham? Por falta de um questionamento que gerou a crise.

Cada dia mais as transformações que o mundo e as pessoas estão passando em todo o planeta exigem que sejam adquiridas melhores habilidades de questionamento.

Antes, os executivos administravam hierarquias organizadas. Hoje, não.

Antes, os mercados eram caracterizados pela lenta evolução. Hoje, não.

Antes, os funcionários seguiam um plano de carreira específico. Hoje, cada funcionário tem diante de si um número assustador de opções.

Questionar é uma exigência. E o que mais faz diferença neste contexto é 1) a qualidade das perguntas e 2) ter uma atitude de questionamento.

* Como é percebido pelo cliente o nosso atendimento?

* O que o cliente está buscando através deste comportamento?

* A nova linha de produtos atende à real expectativa do mercado?

* É só preço baixo que as pessoas estão procurando?

Uma empresa que não estimula o questionamento compromete seu próprio futuro.

Quem não sabe fazer perguntas fundamentais, está em sério risco.

Veja bem e entenda: a passividade é uma droga mortal. Se você ou sua empresa estão confortáveis e seguros na certeza de que tudo está bem, uma surpresa desagradável poderá abatê-los a qualquer momento. E talvez nem saibam de onde a adversidade surgiu. Aqui vai minha opinião: Será, mesmo, que tudo vai bem?
______________________

Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473