21 de mai de 2008

JUSTIÇA DIVINA

Veja o que um dos grandes delatores de empresas à fiscalização de impostos declarou em tom de desabafo quando perguntado por que agia deste modo.

“Eu não sou dedo-duro. Isso é imaginação de vocês. As pessoas acham que Deus só castiga com terremoto, enchente e furacão. Elas se esquecem que Ele conhece mais sonegadores do que a própria Receita Federal e que, de vez em quando, cochicha o nome de uma empresa no ouvido de um ou outro fiscal que, com o sexto sentido aguçado e único dos fiscais, sente-se inclinado a fazer uma rápida visita de praxe. O problema não é comigo, não. É com a justiça Divina!!!”

Muito engraçado.