30 de mai de 2008

O QUE "NÃO É" SER RICO?

ABRAHAM SHAPIRO

Já pensou se existisse um cartaz em cada lotérica onde estivesse escrito: “O Ministério da Saúde adverte: ganhar na loteria sem ter bom senso é prejudicial à saúde”.

Qualquer experiência de sucesso ou ascensão social cria dificuldades perigosas e imprevisíveis. Isto porque os problemas da vida nos tornam mais humanizados e, portanto, nos refinam, nos fazem pessoas melhores. O problema é quando o sucesso chega às pessoas despreparadas, faz o contrário, ele as aliena e as torna mais brutas.

A coisa funciona mais ou menos assim: refinamento se consome ao subir na vida, e refinamento se produz ao descer.

Explicarei através de uma metáfora. Do que adianta ter a permissão do rei para entrar na sala do seu tesouro e pegar tudo o que desejarmos, se não tivermos uma sacola para guardar o que nossas mãos conseguirem pegar? E se a sacola estiver furada? Adianta alguma coisa?

Esta sacola é o bom senso. Sem ele, a fortuna e o sucesso representam uma ameaça de destruição a qualquer indivíduo.

Nesta vida não basta conseguir coisas. É preciso conseguir também sabedoria para lidar com elas. Sabedoria e bom senso não se compram. Não é algo que se acha pronto como sanduíches numa lanchonete fast food. Requer tempo, dedicação e experiência.

Sem bom senso, fazemos mal uso de tudo o que chega às nossas mãos. Transformamos a paz em guerra, o doce em amargo e o dinheiro em nosso amo, ao invés de fazermos dele um bom servidor. Nisso está a diferença entre ter dinheiro e ser verdadeiramente rico.
______________________

Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473