2 de ago de 2012

OLIMPÍADA E FORÇA DE MARCAS



ABRAHAM SHAPIRO
A Olimpíada de 2012, em Londres,  tem um patrocínio maciço da Coca-Cola e do McDonald's. As duas investiram mais de 1 bilhão de libras nos Jogos Olímpicos. O interessante é que não se trata de uma simples estratégia de produto, mas de resgate da força destas marcas. É que ambas são odiadas em Londres e no resto do país.
Coca-Cola e McDonald's  são alvos de um enérgico sentimento negativo entre os britânicos. Elas estão na mira de protestos, boicotes e retaliações pelas mais variadas razões.
Dois dos motivos são:
  1. que a linha de produtos que elas oferecem contrasta com os valores promovidos na Olimpíada, e
  2. a perseguição implacável aos empresários e comerciantes que tentam usar a Olimpíada para também conseguir algum lucro a mais.
E soma-se a isso o fato da Coca-Cola e o McDonald's estarem associados a uma imagem de problemas como obesidade infantil e outras doenças decorrentes de dietas pouco balanceadas. A ligação com os Jogos causa, portanto, certo estranhamento.
Mas há outras presenças curiosas entre os patrocinadores.
A Dow, gigante do setor químico, culpada pelo desastre de Bhopal, na Índia, e a British Petroleum, a petrolífera que causou o desastre no Golfo do México, em 2010, também pagam boa parte da conta da Londres-2012.
E tem mais. Numa Olimpíada que prometia carregar a bandeira da sustentabilidade ambiental, os carros oficiais do evento são sedãs da alemã BMW – grandes beberrões de combustível.
Este esquema de marketing de guerra foi preparado para proteger todas estas marcas. É exatamente isto o que se deve fazer quando uma marca começa a decair no conceito das pessoas: investir os recursos possíveis em alguma ação positiva a fim de que a opinião geral mude e as perspectivas de negócios voltem a existir.
Não é nada fácil, pois não depende só de dinheiro, mas acima de tudo, de atitudes. Portanto, para conseguirem o que querem, todas, é certo,  terão de percorrer uma verdadeira corrida com barreiras nesta Olimpíada.
______________________ 


Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é simplicidade. É autor do livro "Torta de Chocolate não Mata a Fome - Inspirações para a Vida, o Trabalho e os Relacionamentos", Editora nVersos, 2012. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473