29 de mai de 2014

CONDUTA NOS NEGÓCIOS

ABRAHAM SHAPIRO

Seja claro ao estabelecer as regras de que você necessita antes de fechar qualquer negócio. Nada impede que você possa fazer ajustes futuros, caso ocorram acidentes de percurso. Mas pense – e acostume-se a pensar – sempre como se você fosse a outra parte. Tenha essa atitude de empatia. Ajuda muito.
Adote a regra de que tudo se consegue conversando e, principalmente, empregando as palavras certas, junto da dose apropriada de franqueza.
Eu me lembro de certa vez que comprei um bem com cheques pré-datados, há alguns anos.  No decorrer das últimas parcelas, um plano econômico malfadado do governo transformou a economia do país num lixo e prejudicou a minha programação de pagamentos. Liguei logo que pude ao credor e o informei de que iria precisar de uns dias a mais para honrar os cheques vincendos e não me importava se ele cobrasse juros ao longo desse período. Pedi que ele mesmo calculasse tudo e me informasse. Mostrei a ele minha boa vontade e, pessoalmente, verifiquei sua conduta nas taxas de juros a serem cobrados. Se ele fosse justo ou não, isto faria diferença em negócios futuros.
Qual é a regra aqui? Quando você é o credor, exija somente o que é seu. Nunca cobre um centavo além do combinado ou dos juros de mercado. Arrumar valores de última hora, não é um comportamento correto.
Repare que, aos poucos, você também vai estudando a forma como as pessoas lidam com finanças e quem são aquelas com quem vale a pena fazer novos negócios, assim como com quais isso não compensa. Você irá vivenciar muitas vezes esta situação, assim como eu! Hoje conheço exatamente com quem NÃO fazer negócios. E não faço!
______________________ 

Abraham Shapiro é consultor e coach. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é "simplicidade". É autor do livro "Torta de Chocolate não Mata a Fome". E-mail: shapiro@shapiro.com.br Fone: 43. 8814.1473