4 de set de 2012

OS CULPADOS PELOS MEUS ERROS

ABRAHAM SHAPIRO

Anacleto é um vendedor que trabalha numa indústria há anos.
Enquanto os negócios iam bem e fáceis, ele atuava com gosto e compromisso. Mas há algum tempo, a concorrência, as dificuldades de mercado e a facilidade de importação o levaram a apontar seu dedo indicador para várias pessoas como responsáveis – ou culpadas –  por suas vendas terem caído.
Ele acusa a inflexibilidade do patrão, a ineficiência do gerente de produção, a política de seu diretor comercial, e pensa até em demitir-se da empresa a fim de que a situação ruim "não manche sua reputação profissional".
As “viagens na maionese" do Anacleto o fazem sonhar com sua contratação pela concorrência mais poderosa, já que, ele se vê como um super-vendedor, um talento cobiçável por qualquer organização de sucesso. Ele – e talvez somente ele –  acredita nisso. A única coisa que ele não exerga é sua própria parcela nos erros que causaram os problemas porque a empresa passa hoje.
Curioso caso, não?
O estudo das percepções, em Psicologia, fala da Teoria das Atribuições – uma área que explica o modo como as pessoas percebem as causas de seu comportamento em si mesmas e nos outros. A teoria postula que as pessoas atribuem a seus próprios méritos as boas realizações e qualidades positivas que possuem.  Já, os fracassos e as falhas que cometem são devidos a uma variedade de fatores externos, e também às outras pessoas.
Esta distorção, comum em grande parte das gentes, se traduz num comportamento  conhecido. Sabe qual? "Os meus acertos são porque eu sou bom. Meus erros são por causa da incompetência do resto do mundo".
Um líder eficaz contradiz esta horrível tendência. Não, ele não assumirá erros que não cometeu. Mas ele pratica diminuir – até anular – a velocidade de atribuí-los aos demais.  
Só assim se consegue atuar no desenvolvimento das pessoas e tornar-se o exemplo que se requer de qualquer indivíduo que deseja inspirar os outros e lhes apontar uma direção.
______________________ 

Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é simplicidade. É autor do livro "Torta de Chocolate não Mata a Fome - Inspirações para a Vida, o Trabalho e os Relacionamentos", Editora nVersos, 2012. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473