18 de set de 2012

APRENDER COM O PASSADO, MAS NÃO VIVER NELE

ABRAHAM SHAPIRO

Quem olha demais para trás acaba andando naquela direção.
Pare de olhar para onde você esteve. Comece a olhar para onde você pode estar. Seu destino está à sua frente, e nunca lá atrás.
Jamais se lamente. Lamentar-se é um terrível desperdício de energia, que nada pode produzir de bom e na garupa traz consigo um pacote nada agradável de desembrulhar: um virus que corrói a  autoestima. Só se lamenta quem está afundando.
Certa vez um fazendeiro contou a alguém próximo de mim que sua mula tinha sempre um pé atrás quanto a seguir em frente. Eu ouvi a afirmação nada comum aos meus ouvidos e em seguida pensei que aquela era uma mensagem para que entendesse como muitas vezes eu mesmo agi assim. Confesso que mantive um pé atrás várias ocasiões em que eu precisava avançar. E isto foi péssimo.
Hoje, aprendi muito com aquela mula.  Para começar, deixei os “bons tempos” definitivamente para trás. O passado sempre será o que já foi um dia. Parei de admirá-lo ou de tentar mudá-lo. Meu futuro contém muito mais felicidade do que qualquer passado de que eu possa lembrar-me com saudade. Hoje eu creio que o melhor ainda está por vir.
Oscar Wilde disse: “Ninguém é tão rico a ponto de poder comprar seu passado de volta”.
Mas pensando bem, os “bons tempos” nunca foram assim tão bons. Os verdadeiros bons tempos são os de hoje. E melhores ainda virão daqui a pouco, amanhã.
Preste bem atenção nesta dica. Em geral, quando estamos deprimidos, estamos presos a alguma coisa do passado. Por isso, se  quiser ter saúde mental, aprenda de uma vez por todas a lição áurea da vida: “Não há futuro algum no passado”.
______________________ 

Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é simplicidade. É autor do livro "Torta de Chocolate não Mata a Fome - Inspirações para a Vida, o Trabalho e os Relacionamentos", Editora nVersos, 2012. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473