20 de jun de 2011

UMA AVALIAÇÃO QUE FUNCIONA

Artigo publicado no jornal FOLHA DE LONDRINA, em 20/06/2011, na coluna ABRAHAM SHAPIRO, em Empregos e Concursos

ABRAHAM SHAPIRO

A palavra inglesa assessment corresponde a “avaliação”, em português.

Por muitos anos, avaliar, no ambiente corporativo, significou a emissão do parecer de um chefe a respeito de seus subordinados. O dia de revelar esta avaliação era tenebroso para muita gente vez que a visão política e subjetiva dos chefes massacrava os funcionários que não os agradavam – por melhor profissionais que fossem. A tecnologia e a crescente escassez de profissionais qualificados mudaram bastante isso.

Atualmente, o anseio para que a gestão se torne mais profissional está em todos os cantos. As empresas estão preocupadas em identificar cada vez mais cedo e rápido seus talentos para mantê-los em seus quadros e estimulá-los à eficácia. Isto começa no recrutamento e seleção, pois, escolher candidatos bem preparados não é coisa que se consegue com um “olhômetro” ou na base da intuição.

Para que o gestor tenha a condição propícia de fazer promoções mais justas, ferramentas para avaliações são essenciais, o que se chama Assessment Management. Elas ajudam a medir a progressão do colaborador e a minimizar a incidência daquela velha e injusta decisão política.

Outro ponto a ser considerado é a sucessão de líderes e gestores, que não acontece mais aos moldes feudais da nomeação de um super chefe. Atualmente, o conselho ou os próprios executivos indicam uma série de nomes para serem avaliados. Estes candidatos precisam, além de conhecer bem a empresa, estar alinhados com as diretrizes determinadas pelo conselho de administração. Este cenário, que muito se assemelha a um garimpo de pedras preciosas, demanda avaliações de alta qualidade.

Uma das mais confiáveis no país chama-se Avaliação EV@, que se aplica de modo simples e prático, via web. Seus resultados – rápidos e de fácil interpretação – se apresentam em quadrantes que vão desde traços pessoais até competências gerenciais importantes, como Capacidade de Influência, Supervisão, Delegação de Funções, Formação de Equipes e outras. Há quem utilize a Avaliação EV@ inclusive para o autoconhecimento.

Empresas com uma gestão decente e estratégica de pessoas já empregam as avaliações como ferramenta para desenvolver lideranças. Quer saber mais a respeito? Acesse: www.labor.com.br/eva e tome uma decisão de valor para a sua administração.
______________________

Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473