26 de ago de 2014

POLÍTICA E VIDA PROFISSIONAL

ABRAHAM SHAPIRO

No Brasil, ser político virou sinônimo de comportamentos negativos como: manipulação, corrupção e falar mentiras.
Desde os primórdios da civilização, a política está presente na vida do homem. E na empresa, ela é questão de sobrevivência, mesmo na vida de quem é ético e não a luta pelo sucesso a qualquer preço. Portanto, a menos que você seja um eremita, a política fará parte de sua vida de uma forma ou de outra e a todo momento, inclusive no ambiente profissional.
Uma empresa é um organismo vivo e dinâmico em evolução. Todos têm uma agenda e buscam colocá-la em prática com eficiência, e têm metas a cumprir... e uma carreira a gerenciar.
Eu, como consultor, poucas vezes vi algum executivo ser dispensado por incompetência técnica.  Mas por falta de habilidade política e comportamento desafinado com os valores da empresa, sim.  E quase nunca os demitidos dizem a verdade. Preferem fazer aquele discursinho barato e hipócrita da “saída em busca de novos desafios”, motivos pessoais ou a falsa intenção nobre de “fazer um sabático” – a desculpinha da moda!
A verdade é que quanto mais se sobe na carreira, mais diplomático é preciso ser. E isto consiste em habilidade política e inteligência emocional e social para inspirar pessoas.
O primeiro passo consiste em aprender a ouvir e desenvolver esta capacidade. Outra atitude de ouro é não monopolizar reuniões, mas aproveitá-las para manifestar interesse genuíno em compartilhar ideias.
Numa organização, os indivíduos constroem alianças e rivalidades entre si. Não cabe ao gestor envolver-se em conflitos, porque, com o tempo, as pessoas os resolvem.
Conhecer melhor cada área e o modo como as pessoas se comunicam dá ao executivo condições de criar empatia com seus interlocutores. Estes vínculos são os mais eficientes canais de relacionamento. Aquele antigo e típico mantra: "Eu não vou entrar em jogos políticos" é um defeito de desempenho.  Por aí vê-se quanto é preciso entender a competência política e exercê-la como instrumento pelo qual se influenciam pessoas a tomar decisões melhores.
Política não é interesse pessoal, nem benefício próprio ou ambição de curto prazo. Isto é politicagem. Mais que tudo, política é a construção de pontes e estratégias que ajudam a atingir metas.
______________________ 

Abraham Shapiro é consultor e coach. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é "simplicidade". É autor do livro "Torta de Chocolate não Mata a Fome". E-mail: shapiro@shapiro.com.br Fone: 43. 8814.1473