12 de ago de 2014

DESMOTIVAÇÃO

ABRAHAM SHAPIRO

Hoje vou lembrar alguns pontos importantes para você não se confundir na gestão de pessoas da sua empresa.
  • Quando o funcionário quer aumento de salário, ele diz que está sem motivação.
  • Quando o funcionário quer que o chefe não cobre a superação das deficiências de seu desempenho, ele diz que está sem motivação.
  • Quando o funcionário quer que seu superior não descubra falhas de qualidade na entrega de seus deveres junto ao cliente, ele diz que está sem motivação
  • Quando o funcionário não tem do que reclamar, ele diz que está sem motivação
  • Quando o funcionário não sabe claramente o que tem a fazer, não foi adequadamente treinado, mas tem vergonha de admitir que detesta treinamentos, ele diz que está sem motivação.
  • Quando o funcionário sabe que haverá corte de despesas e que alguém descobriu a sistemática de cálculo de um benefício que ele já sabia estar errada, mas continuou a usufruir dela ao bom e velho estilo “SE PASSAR, PASSOU”,  ele diz que está sem motivação.
Definitivamente, não há como motivar alguém de verdade através de meios externos: nem dinheiro, nem benefícios, nem piadas ou palhaçadas. As pessoas se motivam do interior para o exterior. E elas se motivarão somente quando permitirem. Quando não querem, nem um sinal nos céus as fará.
De sua parte, faça o funcionário saber que ele tem um contrato de trabalho com a sua empresa, o qual deve ser cumprido à risca por ambas as partes. Exija isso! Pague-o devidamente e dê treinamentos que esclareçam o que e como ele deve desempenhar seu trabalho com a qualidade exigida.
Não traga sentimentalismo para dentro da relação trabalhista. Não dê coisas esperando gratidão. O ser humano não é naturalmente grato.  E doações tendem a se tornar direito adquirido.
Até hoje vi só uma coisa que se equipara à desculpa da desmotivação de funcionários vagabundos: é o vendedor que não vende e, por já ter dado todas as explicações possíveis por sua inépcia, acusa a falta de folders, de material promocional e de propaganda como culpada.
É fria. Fuja disso. Seja assertivo e objetivo ao máximo.
______________________ 

Abraham Shapiro é consultor e coach. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é "simplicidade". É autor do livro "Torta de Chocolate não Mata a Fome". E-mail: shapiro@shapiro.com.br Fone: 43. 8814.1473