17 de out de 2012

DINHEIRO E LOUCURA

ABRAHAM SHAPIRO


Um homem foi consultar um psiquiatra. O médico lhe perguntou:
- “Qual é o seu problema?”
- “Eu não tenho nenhum problema” – disse o homem.
- “Então por que veio me procurar?” – o psiquiatra indagou.
- “É que a minha família insistiu que eu deveria vir” – o homem devolveu.
- “Bem, então o que a sua família acha que há de errado com você?” – questionou o médico.
- “Eles acham que há algo errado comigo só porque eu gosto de panquecas”, o homem disse.
- “Isto é absurdo”, exclamou o psiquiatra, “Não há nada de errado em gostar de panquecas. Eu mesmo gosto muito!”
Os olhos do homem brilharam de alegria.
- “É mesmo?” – disse ele com entusiasmo. “Então o senhor  precisa me visitar. Tenho caixas cheias de panquecas guardadas no porão de casa e em vários outros cômodos”.

Todo mundo sabe que panqueca é um tipo de comida cuja função é satisfazer a fome e o apetite. Ela é um meio para se atingir um fim específico.
Para o café da manhã, preparar panquecas é perfeitamente normal. No almoço ou jantar, elas são ótimas com queijo ou molho. Fazer algumas a mais para congelar? Sem problemas. Mas, colecionar baús e caixas de panquecas é definitivamente insano.
Quando alguém coleciona panquecas sem levar em conta sua utilização apropriada, está fora da normalidade. Podemos dizer que qualquer situação em que algo que seja apenas um meio é transformado em um fim em si mesmo é insanidade.
Vejamos o que ocorre com dinheiro. Ele é um meio para se adquirir bens ou serviços que satisfaçam nossas necessidades. Se prosseguirmos a acumular dinheiro e bens além das nossas necessidades atuais e previsíveis, não será isto insanidade?
E porventura não será esta a explicação mais correta da raiz de todo o caos em que a sociedade se encontra há tanto tempo?
______________________ 

Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é simplicidade. É autor do livro "Torta de Chocolate não Mata a Fome - Inspirações para a Vida, o Trabalho e os Relacionamentos", Editora nVersos, 2012. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473