24 de jul de 2012

O DESEMPENHO E A CAPACITAÇÃO DOS GESTORES



ABRAHAM SHAPIRO
23% das crianças no ensino fundamental brasileiro estão atrasadas na escola. Essa estatística despertou estudiosos a avaliarem a situação. Após testes realizados com base científica, descobriram algo intrigante. A capacitação do professor tem uma influência direta sobre a redução deste alarmante número.
Traduzindo: se o aluno vai mal, uma das causas – eu disse “uma das causas”  e não “a causa” –  é o despreparo do professor.
Respeitadas as proporções, algo similar ocorre dentro das empresas. A capacitação do gestor é preponderante sobre o desempenho do grupo sobre o qual atua.
Assim como a aptidão do mestre em apoiar e conduzir exibe-se em motivação, aproveitamento, aprendizagem e outros benefícios ao potencial dos alunos, o gestor faz o mesmo.
Há alguns meses conheci o gerente de marketing de uma empresa. Eu não me conformei com o fato de o sujeito sequer conhecer o mais básico dos livros de Phillip Kottler. O que explicava seu salário – um dos mais altos da região – não era outra coisa senão protecionismo de algum diretor.
Sua equipe tinha talentos de valor. Todos, porém, encobertos pelo incompetente gerente.
Recomendei à direção que o avaliasse.  Ele foi reprovado. Após a contratação de outro gestor – este experiente e capaz – sua equipe brilhou vertigionsamente. O resultado foi atestado principalmente pelo pessoal de vendas, que mais se ressentia pela falta de atitude do antigo marketing.
Apenas lembrando, um dos papeis do RH é oferecer meios práticos à organização para avaliar o desempenho dos funcionários. Em situações como esta, ou o RH não tem disposição para a prospecção de um gestor mais competente, ou – na falta de mão de obra disponível – vai tolerando o atual a despeito de resultados pífios.
“Ruim com ele, pior sem ele” é um adágio que reflete a atitude de gente de péssima qualidade profissional. Se você tolera isto, talvez mereça mesmo patinar em vez de progredir nos seus negócios.
______________________ 


Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é simplicidade. É autor do livro "Torta de Chocolate não Mata a Fome - Inspirações para a Vida, o Trabalho e os Relacionamentos", Editora nVersos, 2012. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473