26 de dez de 2014

SER RICO E PERDER TUDO

ABRAHAM SHAPIRO


A primeira lição sobre o dinheiro é que a roda da fortuna gira. Quem hoje está em cima poderá ir para baixo no momento seguinte... ou em anos, como tantas vezes já se viu. Suportar emocionalmente tal carga exige  mais do que se calcula enquanto a conta corrente estiver gorda e a mesa farta.  Requer preparo de alma e compreensão de vida em elevados níveis. Mas quando se tem dinheiro, a regra é pensar que tudo está firme e imutável. Aprender sobre a vida é para “gente pobre” ou para os sábios – que geralmente são pobres. Coincidência? Não sei!

O problema dos ricos que perderam tudo não é só o dinheiro que se foi, mas a segurança que julgavam possuir e viram sublimar como éter em frasco aberto, ou seja, num piscar de olhos, junto de sua fé, crenças centrais e bem-estar exuberante. Por isso, quem passou por isto se ressente com facilidade infantil. Torna-se melindroso, "dodói" demais, capaz de interpretar tudo o que se diz  como contrariedades frontais a eles - mesmo  sem intenção.

Se este é o seu caso, supere-o. E rápido! Comece deixando de  colecionar motivos para revolta. Que vantagem há nisso? Concordo que ser pobre não é honra alguma. Mas  humildade é virtude em qualquer condição social! E reconhecer a sua condição atual, lançar-se na luta pelo sustento com fé verdadeira em D-us e trabalho duro é o único modo de sair deste “lugar”.

A sua cura psicológica está em recomeçar... pela via do esforço. E simultaneamente,  deixar para trás a inveja e a cobiça dos velhos amigos que prosseguem na fortuna. Eles não são mais o seu mundo. Afaste-se deles para o seu próprio bem. Que tal ser inteligente, agora que há espaço? Agora só resta juntar-se à classe da qual você faz parte. Em uma palavra: desapegue-se!

Finalmente, preciso registrar isso. Observei, com dor e pesar, que aqueles que se gabam em proclamar aos quatro ventos que confiam em D-us são os que mais sofrem quando veem-se pobres. Demonstram, assim, estar neles a prova cabal da diferença astronômica e eterna entre falar e viver na prática o que se diz.
______________________ 


Abraham Shapiro é consultor e coach, com especialidade em Sucessão em Empresas Familiares como facilitador da relação entre sucessor e sucedido para que o processo transcorra em paz e com ampla capacitação do sucessor, e Gestão - orienta a empresa para organizar-se de modo a corresponder às necessidades de seu posicionamento no mercado.  É autor do livro "Torta de Chocolate não Mata a Fome". Contatos: shapiro@shapiro.com.br ,  cel: 43. 8814.1473