5 de dez de 2012

ESCREVER BEM É SEMPRE DESEJÁVEL

ABRAHAM SHAPIRO

Houve um escritor que declarou haver três regras para escrever um bom romance. E completou dizendo: “O problema é que ninguém sabe quais são”. Para se escrever um ótimo relatório ou uma proposta eficaz também é assim. Não se trata de descobrir quais são as regras, mas, acima de tudo, de saber o que funciona e o que não funciona.
A maior satisfação da vida profissional é constatar que aquilo que você escreveu ou propôs causou o impacto que desejava, e foi persuasivo. Isto acontece quando você constata que as pessoas usam ou mencionam o que você escreveu.
Mas saiba que nunca é possível agradar a todos.
Eu me esforço para transmitir as experiências que vivo no dia a dia e há pessoas que gostam disso e divulgam meus textos em suas empresas ou entre amigos. Porém, há os que me interpretam como se eu tivesse intenção ofensiva ou arrogante –  o que não é verdade.  Por isso, devemos estar abertos a promover correções e até retratações, se preciso for. Que problema há em confessar um engano?
Um querido amigo jornalista disse-me certa vez que um texto bem escrito consiste de parágrafos breves, com palavras simples e curtas, e que sejam fáceis de ler. Foi Winston Churchill que enunciou a máxima que manteve sobre a arte de escrever: "Das palavras, as mais simples; das mais simples, a menor".
Isto permite transformar tudo em uma linguagem clara, legível e objetiva.
Para conseguir tal resultado, estudar regras gramaticais é fundamental. Desafortunadamente  poucos jovens e recém-formados se interessam por isso. A maior parte das universidades não salienta a importância da escrita a seus alunos.  No entanto, pouca gente alcança posição de destaque sem dominar a arte da boa escrita e profissionais bem-sucedidos em qualquer área comunicam-se bem.
Quer divulgar melhor as suas ideias? Deseja fazê-las funcionar? Mexa-se. A sua vida profissional pode estar em apuros por causa dessa deficiência. Comece a estudar português e redação ainda hoje. Invista naquilo a que ainda poucos dão valor. Assim, as suas chances de sucesso se ampliarão vertiginosamente. Por tudo o que tenho visto, eu lhe garanto.
______________________ 

Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é simplicidade. É autor do livro "Torta de Chocolate não Mata a Fome - Inspirações para a Vida, o Trabalho e os Relacionamentos", Editora nVersos, 2012. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473